Você não deu conta

 

Você não deu conta. Não segurou a onda. Não aguentou ter uma mulher ao seu lado. Veja bem, MULHER, e não as menininhas que você e seus amigos estão acostumados a “pegar”. Porque mulher de verdade não finge ser o que não é, não faz joguinhos. Se dá inteira dos pés à cabeça.

Uma mulher que não é “montada” 24 horas por dia, daquelas que se em algum momento você acordar mais cedo que ela, não irá reconhecê-la sem maquiagem, chapinha e sem a roupa fechada a vácuo.

Você não aguentou o tranco de ter alguém ali, páreo a páreo com você. Que não precisa do seu dinheiro (e que não se impressiona com quanto ganha). Que questiona a sua opinião e a dos outros também. Que tem amigos.  Que pode discutir política (e outros tantos assuntos) com você, e mais: que pode discordar da sua opinião. Você não aguentou ter ao seu lado alguém que não te idolatrasse todo o tempo.

Infelizmente me dei conta de que você não quer uma companheira, quer uma companhia. E isso é completamente diferente. E quer alguém para desfilar para os amigos e para a família só pra dizer: ta vendo do que sou capaz?

Meu caro… Isso você consegue em cada esquina. É só continuar frequentando os mesmos lugares que estava acostumado, é só sair com os mesmos “amigos”. Companhia não vai faltar.

Aliás, se você só quer uma companhia para satisfazer seus desejos, matar a carência e não ter a cama vazia no sábado a noite, pensando bem, essa pessoa não sou eu. Porque eu quero ficar para o café, para o almoço de domingo com a família, pro filme com pipoca.

E mais: quero o pacote todo, com o mau humor, as dúvidas, os projetos, sucessos e fracassos. Quero o churrasco de sábado com os amigos, as piadas, as risadas, mas quero o sossego de um jantar feito por nós, o silêncio de nossas mentes enquanto estamos deitados no sofá, só nós dois num dia qualquer.

Foi demais pra você né?

Comments

comments