Você está apaixonada ou sofrendo por amor? Eu estou livre!

Conversando com uma amiga ela me mostrou um texto que falava sobre ‘uma garota que não queria envolvimento’. Desejava apenas físico.
Após algumas linhas perguntei se minha amiga havia realmente gostado daquele texto e ela me respondeu descrente “bom é o que todos querem hoje em dia, não acha?”. Segue a minha resposta:

Se as pessoas quisessem apenas sexo, não haveria tanta gente machucada.

Eu temo que as pessoas tenham se perdido entre querer desesperadamente alguém, e querer desesperadamente não ter alguém, proporcionalmente. O que caracteriza cada sujeito com ‘machucado e machucante’, respectivamente.

E como a cada momento nós assumimos um dos lados sem contestar uma terceira opção de posição sócio-emocional, entendo que essa coisa de tentativa e erro está levando as pessoas de modo geral ao estafamento emocional, tornando-nos a cada dia mais exaustos desse jogo.

A maioria das pessoas transita entre estar apaixonado e estar desapegando (machucado). Enquanto na real não estar em nada disso também é muito proveitoso.

Sabe quando está acontecendo uma briga e você se afasta pra ver tudo de longe? E parece que você enxerga tudo mais claro? É assim que eu vejo o tal ‘estar nada disso’.

Repense seu momento atual e verifique se é realmente necessário. Talvez exista sim uma terceira opção que não esteja entre se ferir ou ferir alguém. E entenda que a opção não precisa ser uma fase jogada na noite, enchendo a cara com os amigos. Existe sim a opção de ficar de boa com você mesma sem precisar da aprovação dos outros ou tentar parecer feliz num lugar cheio de gente vazia!

Comments

comments