Você é mãe e pai? Parabéns! Esse dia é nosso, e esse texto também

Feliz dia dos Pais.

Pra você mãe de menino que ensinou seu filho fazer xixi de pé, sem precisar tirar a calça, quando ele só tinha como referência você sentadinha lá no banheiro.

Pra você mãe de menina que teve que se mostrar sempre forte e protetora, quando não tinha nenhum leão por perto para te ajudar a proteger a cria.

Pra você mãe de menino que precisa criar um lado lésbico dentro de você. E responder qual bailarina do Faustão você acha mais bonita, calar-se e sorrir quando seu filho diz preferir as loiras, conversar sobre assuntos tão masculinos que nem você mesmo sabia que entendia. Só para não deixar o universo de vocês completamente baseado em “olha a bunda daquele jogador de shorts branco”.

Pra você mãe de menina que sustenta seu mundo rosa sem precisar do tom de azul como alicerce dos seus dias.

Pra você mãe de menino que já recebeu o presente da escola de dia dos pais e fez questão de usá-lo para que seu filho não se sentisse menos importante em não ter a quem entregá-lo.

Pra você mãe de menina que na festinha de fim de ano chora escondida por não ter com quem compartilhar aquele momento tão bonito do ballet que sua filha ensaiou o mês inteiro.

Pra você mãe de menino que não liga mais para como vão terminar os casais das novelas, mas sim, quanto foi o final daquele jogo, como estará o G4 do brasileirão na manhã seguinte.

Pra você mãe de menina que se transforma no próprio marido de aluguel para prender aquela prateleira das bonecas que caiu sem querer na noite passada.

Pra você mãe de menino que precisa compreender e até compartilhar aquele arroto depois da janta, ou aquele pum embaixo das cobertas. Isso é tão instintivo do mundo varão que depois de um tempo fica difícil você ser aquela cinderela, delicada e meiga, que os homens buscam para casar.

Pra você mãe de menina que não liga de fazer sozinha o penteado no cabelo das suas filhas. Mas seria ótimo se tivesse alguém para ajudá-las a dar banho, trocar a roupa, amarrar os sapatos, separar o lanchinho da tarde, pintar as unhas, arrumar o quarto, a casa, lavar as roupas, passá-las, ufa! Sozinhas, sem esmorecer um dia nessa rotina. Arrumá-las como se elas fossem princesas indo para o primeiro dia de aula. E ainda ter que aguentar o atraso e cara emburrada de quem vai buscá-las para levá-las à escola.

Pra você mãe de menino que segurou o tranco emocional sozinha quando ele ainda jogava bola dentro da sua barriga. Falar que é pai depois de lindo, grande, educado, de uniforme estilo camisa 10 da seleção é fácil. Difícil mesmo é ser pai desde o inicio, quando nem se conhece a cria, quando é preciso amar o invisível.

Feliz dia dos pais pra vocês mães que acumulam esse segundo cargo sem pretensão alguma de salário extra no final do mês.

A vida ensinou vocês a serem assim: MULTIFUNCIONAIS DE CORAÇÃO.

Feliz nosso dia!


 

[T.M.]

Comments

comments