Todo Dia – David Levithan

Foto-14-09-13-02-11-09-AM

Descrição do enredo: A acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor. [saraiva]

Minha crítica:

Não se trata de um livro comum. Não se trata de uma história clichê. Mas talvez entre um pouco, de raspão, no limite do clichê da ficção. Não por conta do final, definitivamente.

David Levithan escreveu “Todo Dia” com um olhar mais aprofundado do que os escritores costumam ter ao descrever o ‘diferente’. O autor ficou conhecido ao dividir uma autoria com John Green, na publicação intitulada “Will & Will”. E desde aquele momento já trazia temas mais delicados aos olhos do leitor.

Em “Todo Dia” a personagem denominada ‘A’ passa por situações não comuns nas prateleiras das grandes livrarias. Isto é, diante do desafio de estipular uma linha de raciocínio, é nítido o cuidado que Levithan pode demonstrar ao tratar histórias delicadas de adolescentes em conflitos diversos.

Indico de olhos fechados. Não importa sua história, não importa seu gosto literário. O livro “Todo Dia” vai te surpreender em algum momento. Seja na construção totalmente diferenciada dos best sellers conhecidos, ou pela minuciosidade e o cuidado da história em si.

Veja abaixo alguns trechos do livro Todo Dia – David Levithan

“Sempre haverá mais perguntas. Toda resposta leva a mais perguntas. O único meio de sobreviver é abrindo mão de algumas.”

“— Você viu minha vida — diz ela. — Me diz um modo de fazer isso funcionar.
— Nós vamos encontrar um jeito — respondo.
— Isso não é uma resposta. É uma esperança.
— A esperança nos trouxe até aqui. Não as respostas.”

“— Acredito em você. Por incrível que pareça, acredito em você a respeito de todas as coisas.”

“— Como sabia que era eu? — preciso perguntar.
— Pelo modo como olhou para mim — diz ela. — Não teria como ser outra pessoa.”

“A,
Estou livre e com o carro hoje. Disse à minha mãe que tenho umas coisas pra resolver.
Quer ser uma delas?
R.”

“Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio.”

“Um dos cartazes dos manifestantes chama minha atenção. Está escrito: ‘HOMOSSEXUALISMO É OBRA DO DIABO.’ E, mais uma vez, penso em como as pessoas usam o diabo para dar nome às coisas que temem.”

“Quando você experimenta algo grandioso, o momento persiste em toda parte para a qual você olha, e quer ocupar todas as palavras que você diz.”

Título Todo Dia
ISBN 9788501099518
Páginas 280
Edição
Tipo de capa Brochura
Editora Galera
Ano 2013
Assunto Literatura Estrangeira-Romances
Idioma Português
Código de Barras 9788501099518

Comments

comments