Sobre como andam as coisas por aqui, sem você

Sem querer te desenterrar do meu passado, mas ontem sonhei contigo. Sonhei com nós, na verdade. A gente voltava a sair, e não é novidade eu voltando a sair com alguém do passado, mas você é do tipo de mulher que bate o pé e não volta. Então já me convenci que esse sonho jamais acontecerá. Que jamais nossos olhos se encontrarão novamente. E sinto falta disso.

Mas ao invés de sentir falta acho que está na hora de te contar tudo o que rolou nesse meio tempo, exorcizar você mesmo que de longe. Por exemplo… eu fiz uma viagem, uma viagem que mudou tudo o que eu pensava sobre a vida e meu passado. E agora sua falta não me faz transpirar como antes.

Eu tomei um café que você não aprovaria. Ele tinha misturas, e você é totalmente contra misturar as coisas pra ver no que dá. Tomei uma vodka diferente também, outra coisa que você desaprovaria. Comi tudo o que você não gosta, misturei sabores, engoli a vida com papel e tudo. Sem pedir permissão.

Visitei familiares, lugares, religiões e novas culturas. Li um livro do García Marques, e gostei. Parece até milagre. E advinha? Outro dia assisti um filme de romance sem chorar. Parece até que a cura veio de fora pra dentro de tudo o que me emocionava ou me tocava de alguma forma. O tempo é uma coisa incrível!

E quer saber do que mais? Vamos ao que você deve querer saber: Conheci uma garota. Ela não me dá 1/3 da moral que você dava, mas também não devolve o gelo que ganhei quando você foi embora. E isso já é o suficiente pra eu perceber que o tempo passou. E percebi que vou sentir sua falta por um bom tempo, mas que as pessoas são diferentes e a gente tem que aprender com o novo.

Talvez por isso eu tenha sonhado contigo, talvez eu tenha sonhado lá pelas 4h49 da manhã, bem perto de amanhecer. Mais ou menos como um último soluço antes do Sol nascer. Talvez eu tenha acordado com meu choro por não ter você ali. Ou talvez eu tenha levantado, feito meu próprio café e seguido com a vida.

Sabe o que dizem né? Sempre amanhece. Tenha um bom dia.

[R.B]

Comments

comments