O que significa ser estranho nesta sociedade?

Significa entrar em uma sala, olhar ao redor e não se achar. Ver nos rostos não familiares que em nenhum traço lembram uma historia ou trazem algum conforto. É se esforçar para seguir o que se imagina ser o padrão aceitável dentro daquele grupo de pessoas. Todas são loiras então eu devo ser loira senão não irei me encaixar. O engraçado é mesmo assim, não importando seu esforço, não ser aceito. Ser expelido pela não conformidade. O patinho feio nunca poderá ser o melhor e mais belo pato, mas será um incrível cisne entre os cisnes.

Ser estranho é estar em uma sala repleta de sons, vozes, barulhos, cheiros e imagens irreconhecíveis. É ser muita informação e seu instinto ser ou fugir o mais rápido possível ou simplesmente deixar tudo fluir através de si e respirar mais fundo. É se fechar. É um total lock down emocional.

A estranheza dentro do conflito interno é querer, pedir e implorar por pessoas ao redor, ter muitas, 5, 10, 30. Entretanto, por dentro, querer estar só e em paz, por pelo menos um segundo. É querer ser a alma e a energia da festa mas também desejar que todos explodam e o deixem em paz. E silêncio.

O extrovertido também não pode ser normal. Seu sorriso tem prazo de validade, sua máscara está derretendo como as asas de Ícaro. Ele sabe de tudo, ele fala de tudo, mas seu coração ataca quem ousa levantar uma dúvida, um pequeno questionamento que pode levar a uma contradição. Eu estou certo e você não, lide com isso. A insegurança e o medo da vulnerabilidade levantam um muro alto. E essa energia se gasta e pede muito. Mas você chama a atenção, todos te adoram. Ou não?

Estranho é ter a sua opinião formada e sua personalidade forte. Sim é sim e  não é não. Não quero fazer isto e por que tenho que mudar quem sou porque a sociedade me disse que devo ser assim? Não quero te ofender mas não invada meu espaço pessoal. Os outros não entendem e usam os tanques para entrar ainda mais onde não foram chamados.

Ser quem o ser humano nasceu para ser é ser estranho. É se destacar na massa e sofrer por isso. Seja um sofrer de consequências visíveis e tangíveis, seja um sofrer interno, mudo. É ser uma bomba relógio no meio da guerra.

Seja estranho, seja diferente, não tenha medo. Olhe em volta. Quem não é?

[M.R.]

Comments

comments