Não se pode ter absolutamente tudo na vida

tumblr_m8f2hs2OFD1qk1p2do1_500

 

Quem nunca ouviu essa frase aí do título? Eu já ouvi e muitas vezes penso que ela é verdadeira. Não é porque sou ingrata com a vida, porque não me contento em agradecer ao que tenho, mas simplesmente porque eu quero sempre mais e melhor, eu enjoo fácil da mesmice e exijo demais de quem está ao meu redor e de mim mesma.

Essa é a receita perfeita do caos: se você é como eu , sempre vai achar que tem um problema em sua vida, nunca vai se conformar com como ela está.

Geralmente, pessoas caracterizadas por essa inquietude não se contentam com pouco e querem sempre mais. O medo é constante de não se satisfazer com nada do que a vida te dá e sempre você se sente confuso querendo o que não tem.

Acho que eu, particularmente, me sinto assim a maior parte do tempo. Gente que é assim, muitas vezes pensa demais na vida e tem crises existenciais profundas e constantes. E estas crises sempre fazem você aí, amigo leitor, achar que sua vida é uma zona completa e que falta sim alguma coisa!

Pode ser que falte mesmo, pode ser que você tenha um belo objetivo já traçado que ainda não chegou, ou simplesmente que, quando você arrumou um emprego, o namoro começou a ir mal, ou então, você casou e as amizades e a vida social inexistem agora. Tudo isso caracteriza a bendita da frase lá do título.

Muitas vezes, entretanto, você parece estar com tudo certinho na vida, tudo nos eixos, e mesmo assim, você arruma um problema, começa a ver defeitos onde até duas semanas atrás não havia nenhum. De onde vem essa insatisfação? Como lidar?

Este sentimento às vezes vem do fato de você pensar demais na vida, outras vezes, origina-se de haver realmente algo errado. Algumas poucas vezes é insatisfação gratuita. No entanto, mesmo quando é uma insatisfação sem motivos, talvez ela possa ser justificada. Exemplo: estou feliz na vida social, no namoro e tenho um emprego, mas é uma profissão muito estressante que quero mudar!  Isso é ou não justificável? É frescura? Ou vale tentar mudar?

Se você, como eu, pensou: “depende da vida da pessoa, ué!”. Então concordamos nisso.

Eu, que vos escrevo, confesso que quando passo por isso simplesmente eu penso e coloco na ponta do lápis os prós e contras de cada parte da minha vida e analiso o motivo de algo me fazer sentir mal em um quesito em que estava bem até pouco tempo atrás. Se isso não ajudar, há belíssimos e atenciosos profissionais da psicologia prontos pra dar uma mãozinha nestas horas por aí!

Mas se você tem preguiça de tudo que mencionei, perguntar para os amigos mais chegados as opiniões deles pode dar uma luz (ou complicar mais ainda! Taí a graça da vida 😉  ).

Se nada der certo, lembre-se dessa frase – que contradiz de forma bela e complexa o título deste post –, feita para acolher os insatisfeitos, nada acomodados e inquietos de plantão: você pode ter qualquer coisa que quiser na vida, mas não tudo de uma vez.

Ou seja, vale a pena focar em ter coisas boas na vida, em tentar ter momentos plenos de felicidade, mas se não conseguir tudo de uma única vez, calma, pois as coisas se ajeitam em seu tempo, ansiedade não vai te levar a melhorar nada.


 

[N.D.]

Comments

comments