A garota que um dia eu quis pra mim

tumblr_md91j71E9E1riivzjo1_500_large

Eu vi sua foto na balada. Parecia uma garota qualquer. Toda maquiada e com sorriso fútil. Dizem que a gente nunca sabe exatamente quem é a pessoa até descobrir em fatos. Acho que estou convencido de que você não é a garota que eu pensava.

Sempre soube que você era vaidosa, e nunca achei isso ruim, sério. Mas de uns tempos pra cá você tem mostrado um lado superficial que tem me assustado.

A garota que me falava sobre livros agora me pergunta das baladas pelo nome. Desfila com as amigas de batom vermelho, saia curta e bebida nas mãos. Não me entenda mal, você pode fazer tudo isso, qualquer mulher pode e deve fazer o que tiver vontade. Só não combina com o ‘você’ que eu tinha em mente.

Pra mim, aquela menina das fotos deseja apenas banalidade e emoções de uma noite só. E você? Você é muito mais intensa e preenchida de emoções que isso tudo. Muito mais incrível que essas maquiagens de uma noite mal dormida. Muito mais que um copo de bebida na madrugada.

Mas parece que agora lhe coube o papel de ‘night girl’, certo? Não posso fazer nada se você prefere todos eles ao invés do meu colo aquecido e dos nossos papos profundos sobre a vida. Se prefere a música alta ao invés do nosso labirinto de ideias e uma cervejinha no bar da esquina.

Eu tenho quase certeza de que a balada não vai te fazer bem. Que logo vai doer feito um soco de azia no estômago.

Infelizmente o que tenho pra te oferecer não tem nenhuma ligação com o que você procura. Mas acho que posso dizer o mesmo de você. E um dia você vai perceber o vazio que a noite pode criar dentro da gente. E vai sentir falta do meu colo aquecido e do meu jeito mandão de tentar cuidar de você. Mas então, fazer o quê?


 

[J.S.]

Comments

comments