Eu gosto dos seus olhos

 

Eu gosto dos seus olhos. Gosto como eles fecham de sono e como abrem de surpresa. Gosto dos seus olhos apertados quando não entende alguma frase aleatória, gosto deles perdidos quando você tenta lembrar algo. E principalmente gosto deles olhando dentro dos meus.

Gosto como eles piscam lentamente quando eu falo algo mais abusado.  Gosto dos seus olhos fitando o nada, pensando em tudo. Gosto dos seus olhos curvados de acusação ou semicerrados de repreensão. E Deus, gosto quando eles mudam de cor ou quando eu faço sua pupila dilatar. Gosto de ver seus olhos fechando diante do meu beijo e do prazer imenso. E de quando seus olhos acompanham a curva do teu riso.

Eu me acabo de alegria ao ver seus olhos atentos às histórias dos nossos amigos, ou meio moles de bebedeira. Gosto de quanto eles piscam quando você mente. E gosto quando só um se fecha, sabe, quando a mentira é rasgada e acordada por um piscar?!

E gosto do gosto dos seus olhos com lágrimas, mesmo não gostando do fato de te ver chorar. Prefiro mesmo seu piscar passivo diante do meu beijo na sua testa.

Tenho certeza de que muita gente já escreveu sobre isso. Não tenho dúvidas de que vários textos foram escritos ao longo do tempo, e alguns podem até ter sido – se bobear – sobre os teus olhos.

Mas ninguém no mundo te viu como eu te vejo, não com meus olhos.

[J.S.]

Comments

comments