Encontre alguém que te faça excluir os aplicativos de pegação

Tinder, happn, Badoo, Meet Me, Once, Wapa, Grinder… São muitos os aplicativos disponíveis atualmente para te fazer sair da solidão sem sair de casa. Muitos mesmo, não é exagero. Só na playstore do Google o resultado de busca ultrapassa a marca dos 50 (sem contar suas extensões). Existe aplicativo pra quem procura paquera, namoro, amizade e até traição ou sexo casual.

Se você está na turma que “deixa o app ali para o caso dê” e, de vez em quando, dá aquela espiada pra ver se algo novo te aconteceu, acho que você faz parte do nicho de mercado que além de usar aplicativos, também espera encontrar alguém. Seja em uma esquina ou em um aplicativo, seja para uma noite – um mês – uma vida.

E muita gente tá nessa. A vontade de esbarrar com alguém que te coloque diretamente na cena de um filme de romance, alguém que te arranque dessa comédia pastelão que é sua vida, alguém que te proporcione as coisas que sozinho ainda não são possíveis de realizar.

Estou falando de sensações, aprendizados e momentos em que ter a relação com o outro nos torna pessoas melhores. E isso é importante para todos, sem exceção.

Bom se você está entre as pessoas inteligentes, com filtros e que buscam qualidade, você certamente tem seu momento de pensar “que porra estou fazendo nesse aplicativo”. E eu te respondo com todas as certezas: Você está a procura da pessoa que vai te fazer desinstalá-lo.

Aquela pessoa que você vai conversar por tanto tempo sem perceber, que quando viu já amanheceu, já anoiteceu, já se passaram dias e você nem olhou pra fora, nem pro lado. A pessoa que vai sentar na sua frente e naturalmente te fará esquecer o celular na bolsa, no bolso, no carro. Alguém que vai te dar prazer e ter prazer na sua companhia, alguém que te trará a tão buscada sensação de “finalmente”.

E por mais contra aplicativos que eu seja, devo fazer uma defesa momentânea. Pois se o aplicativo é tudo o que você dispõe no momento para conhecer gente nova, para ter novos contatos e enxergar o mundo por outros ângulos, deixe o aplicativo aí. Utilize-o com calma e com olhar apurado. E quem sabe você encontre alguém que te dê motivos para não precisar mais dele?

Boa sorte


 

[Luciana Meningue]

Comments

comments