E as minhas expectativas como ficam? – Um texto recheado de perguntas

 

 Se você seguir este caminho, fizer tudo certinho, seguir as regras do jogo da vida irá chegar ao final – todos esperam que como milionário, mas às vezes o jogo da vida aparece com um “declare falência” e você perde o jogo.

Pessimismo? Mas dá para ser otimista hoje em dia? E realista? Qual é a realidade em que vivemos?

Eu acredito que se me dedicar aos estudos desde o ensino fundamental, ensino médio, fizer uma boa faculdade, ter um bom currículo, isto vai me garantir um bom emprego. Não, meu bem, isto não vai.

Mas eu sou uma pessoa sociável, interajo com os outros e sou dedicada, proativa e tudo o mais que me ensinaram que se eu fosse conseguiria crescer na vida. Sim, mas ai o seu país entra numa crise econômica e nada disso adianta mais.

Tudo bem, mas se eu souber interagir em grupo, gostar de sair, conversar sobre qualquer assunto, me arrumar para gostar de mim e da minha aparência e  for uma pessoa “gostável” vou encontrar “aquela pessoa importante” para dividir a minha vida? Não, não vai… E nem me venha com essa de que se uma área da sua vida esta terrível você está a um passo de uma promoção… Não O Diabo Veste Prada não acerta sempre… Infelizmente, não, nem a Bridget Jones.

Ah, mas a família é a base de tudo! Sim, se as famílias fossem aquele comercial de margarina estabilizado, se os avós, os pais e as mães não tivessem câncer, Alzheimer, dificuldade de dormir, pneumonia, diabetes e etc. Se as pessoas não fossem controladoras, se tivéssemos dinheiro infinito para aquela viagem para a Europa ou para Nova Iorque no fim do ano. Não. Nem tudo na vida são flores.

E ai? Como fazer quando parece que nem a economia, nem a política, muito menos os esportes brasileiros dão alguma esperança? Cadê a felicidade? Cadê a disposição de dar mais um passo?

O que fazer quando parece que abriram a caixa de Pandora e deixaram até a esperança escapar?
É neste momento que você lembra que te ensinaram a não ter expectativas para não se frustrar.
Nessa confissão só digo uma coisa: A frustração é certa! O que também é sinônimo de “o não você já tem”.
O que você fará com esta informação agora?

Comments

comments