Carta aberta ao meu ex-amor

aidan-mr-big-sex-and-the-city-team-aidan

Esta carta é uma confissão mesmo. Acho que levei o nome do blog muito a sério. E se eu não falar talvez isso fique mais alguns anos entalado na minha garganta, como já está há alguns.

Caro ex-amor da minha vida,

Eu sei o quanto eu errei, o quanto brigamos, quantas vezes te xinguei e desliguei o telefone na sua cara. Sei que nos desencontramos em nosso término, o término era para ser volta, mas não foi, foi fim mesmo, pra sempre, com sequelas, com você indo morar bem longe e eu indo conhecer o mundo. Sei que nunca nos desligamos, mas que ao mesmo tempo seguimos nossas vidas.

Devo te dizer que mesmo seguindo minha vida sem você, é de você que eu lembro, é com você que eu sonho e foi você a primeira pessoa que me deixou com aquela sensação de arrependimento, a ideia de “e se tivéssemos continuado juntos?” Penso que talvez fossemos alguma coisa hoje, ou talvez…talvez teríamos nos afogado no amor com uma pitada de ódio, como nos afogamos efetivamente, e partido pra outra de qualquer forma.

Foi o medo, medo de sofrer que me fez não te querer mais…eu sofria muito naquela época, perdi meu pai, meu emprego e brigava com você, tudo em apenas 40 dias, achei que perder você era fechar aquele momento da minha vida para sempre e partir para um futuro melhor. Acho que foi confusão da minha cabeça com meu coração, eles brigaram e me fizeram tomar essa decisão, mas não os culpo, meu coração estava cheio de tristeza e minha cabeça perdida em pensamentos sobre o plano espiritual, que hoje nem sei se existe mesmo.

Me desculpa, me perdoa, me entenda. Entenda que se eu tivesse te conhecido depois daquilo tudo, você seria o grande e mais perfeito amor da minha vida. Você seria o Mr. Big e eu seria a Carrie Bradshaw num final bem romântico digno de Sex and the City. No entanto, isso aqui não é ficção e você já tem seu novo par e eu tenho o meu Aidan Shaw. Você não conhece a série de TV, é verdade, deixa eu explicar: você seria o grande amor com quem eu ficaria no final, eu deixaria o príncipe encantado, o homem perfeito, que é o Aidan, só para ficar com você. Eu escandalizaria audiências com isso, muitas mulheres me achariam um exemplo de coragem e outras me tomariam como uma trouxa. Mas na vida real, não me arrependo de não estar mais com você. Me arrependo de não ter te dado o fim que você merecia e de não ter sido o melhor de mim para você. Se fosse hoje, mais madura e mais mulher, com certeza terminar com você seria digno, belo e amigo. Bem diferente do que foi naquela época.

Hoje tenho um amor, sou feliz e quero me dedicar ao meu Aidan, ser a mulher perfeita para o homem perfeito e corrigir com ele o que não fui para você, tentar com minhas atitudes me absolver dos pecados que cometi um dia, quando ainda não sabia amar, quando ainda era menina e não mulher.

Aonde quer que esteja, me perdoe meu Mr. Big.

Sua Carrie.


 

[N.D.]

Comments

comments